Ténis: João Sousa mantém 56.º lugar no ranking

Autore: Maisfutebol

O tenista português João Sousa manteve o 56.º lugar do ‘ranking’ mundial, liderado pelo sérvio Novak Djokovic, que reforçou a vantagem sobre a concorrência depois do triunfo de domingo no Masters 1000 de Monte Carlo.

À entrada para a semana anterior, Djokovic comandava a tabela com 4.310 pontos de vantagem sobre o suíço Roger Federer, eliminado nos oitavos de final no Mónaco. Na lista desta segunda-feira, o sérvio, que ganhou os três primeiros Masters 1000 da época, depois de Indian Wells e Miami, passa a contar com mais 5.460 pontos que o helvético.

Finalista em Monte Carlo, o checo Tomas Berdych, vice-campeão do último Portugal Open, ganhou uma posição no circuito e surge na lista de hoje em sétimo lugar, enquanto o suíço Stanislas Wawrinka, eliminado nos oitavos de final na prova monegasca, na qual defendia o troféu de 2014, desceu um ‘degrau’ e fecha agora o ‘top-10’.

Em femininos, após uma semana dedicada à Fed Cup, a mais importante competição mundial de ténis entre seleções, a norte-americana Serena Williams mantem o primeiro posto, seguida da russa Maria Sharapova.

Michelle de Brito continua a ser a melhor portuguesa, mas perdeu seis posições na classificação, passando a figurar no lugar 133.

Foot – L1 – ASSE – Perrin: «Un sentiment partagé»

Autore: L’Equipe.fr Actu Football

Loïc Perrin (défenseur et capitaine de Saint-Etienne, qui a signé le nul à Lyon): «C’est un sentiment partagé. Au vu de la première demi-heure, ce résultat est plutôt un miracle. Au vu des circonstances, je pense que nous aurions dû faire mieux, mieux gérer le match surtout dans l’utilisation du ballon à onze contre dix. Nous avons eu la chance de revenir au score et de marquer juste avant la mi-temps un second but.

Nous savions que Lyon continuerait à attaquer avec ses joueurs de qualité. Nous aurions dû pouvoir leur poser des problèmes en seconde période, cela n’a pas été le cas mais il ne faut pas oublier la première demi-heure. Cela reste des regrets, oui et non car si Stéphane Ruffier ne nous laisse pas dans le match dans la première demi-heure, cela aurait pu être plus lourd, et c’est donc un sentiment partagé».

Jackson: «Seria um erro defender durante 90 minutos em Munique»

Autore: Maisfutebol

Jackson Martínez considera que o FC Porto não pode encarar a visita ao Bayern Munique como uma missão estritamente defensiva. Os dragões venceram por 3-1 em casa e preparavam para a tentativa de resposta da formação orientada por Pep Guardiola.

«Cometeríamos um erro se fossemos defender os 90 minutos em Munique. Não aguentaríamos», alerta o colombiano.

O avançado salienta que a melhor postura é ter predisposição para contra-atacar e, dessa forma, rondar a baliza de Manuel Neuer: «Sabemos que vai ser difícil e teremos de sofrer como sofremos aqui em casa, em momentos difíceis em que teremos de ficar atrás, mas temos jogadores para contra-atacar e fazer um jogo que também lhes dê trabalho.»

Tudo sobre o FC Porto

Julen Lopetegui promoveu o regresso surpreendente de Jackson Martínez no jogo da primeira mão. O jogador admite que esperava voltar mais cedo e fala de um processo complicado.

«Parece que estava escondido mas não, estava a fazer trabalho específico para estar bem nesse jogo. As últimas semanas foram difíceis para mim porque a lesão estava totalmente cicatrizada mas sentia dores que não me deixavam treinar a cem por cento. Melhorei nos últimos dias antes do jogo com o Bayern e o treinador decidiu lançar-me de início», explica.

Após noventa minutos frente ao Bayern Munique, Jackson foi lançado nos minutos finais da receção à Académica e sente-se em boas condições físicas. De qualquer forma, sabe que Lopetegui correu um risco ao apostar na sua titularidade na Liga dos Campeões.

«Se corresse mal, perguntavam logo porque é que o treinador me meteu, se não estava bem. Tinha combinado com o treinador que se não aguentasse mais frente ao Bayern levantaria a mão e seria o primeiro a sair. Mas felizmente senti-me bem e tive a grande ajuda dos meus companheiros», recorda o colombiano, apontando nesta altura a novo duelo de máxima exigência com a dupla de centrais do Bayern.

Memphis Depay, objetivo de Manchester United y PSG, marca un golazo de falta (Vídeo)

Autore: Goal.com News – Español – España

El internacional holandés marcó el 2-0 para el PSV en el partido que certificó el título de Eredivisie para los de Eindhoven

Memphis Depay se ha convertido por méritos propios en uno de los jugadores de moda del fútbol europeo.

Internacional con Holanda, el futbolista del PSV destaca por su calidad y ya llama la atención de equipos como Manchester United o PSG.

Este sábado, en el partido que dio el título de Eredivisie a su equipo, marcó un golazo espectacular de falta para poner el 2-0 en el marcador.

Como podemos observar en el vídeo, Depay lanzó al palo del guardameta y rompió las telarañas de la portería rival. ¡Qué golazo!

Chelsea: una vittoria con lo United che vale la Premier

Autore: Calcioblog.it

FBL-ENG-PR-CHELSEA-MAN UTD

Con i tre punti ottenuti ieri contro il Manchester United, il Chelsea mette le mani sul titolo della Premier League. I ‘Blues’ hanno attualmente 10 punti di vantaggio sull’Arsenal e 11 proprio sui Red Devils di Louis Van Gaal, che però hanno giocato una gara in più rispetto ai due club londinesi. Una partita a schacchi quella giocata ieri allo Stamford Bridge, che ha visto il ‘cannibale’ José Mourinho uscire ancora una volta vincitore, seppur con il minimo scarto. Decide Eden Hazard con una rete siglata nel primo tempo: per il Manchester United, si interrompe a sette vittorie la striscia positiva.

Nonostante un primo squillo iniziale di Wayne Rooney, costretto ancora una volta a partire da centrocampo, Hazard al 38’ va in gol su assist di Oscar e poi ad inizio ripresa sfiora il raddoppio colpendo una traversa. Anche il Manchester United colpisce il suo legno: al 77’ è Falcao ad andare vicino al gol del pareggio ma viene fermato dal palo. Prima della fine del match c’è spazio anche per una protesta degli ospiti per un presunto contatto tra Herrera e Cahill, per l’arbitro è simulazione.

PROSEGUI LA LETTURA

Chelsea-Manchester United 1-0 | Mourinho mette le mani sulla Premier League é stato pubblicato su calcioblog alle 10:15 di 19 aprile 2015.