Spartak alvo de racismo: «Vejam como o chocolate derrete ao sol»

Author: Maisfutebol

Um vídeo publicado pelo Spartak Moscovo nas redes sociais está a gerar polémica no mundo do futebol por questões racistas.

Durante a sessão de treino deste sábado, os jogadores brasileiros Pedro Rocha, Luiz Adriano e Fernando são filmados numa série de exercícios, cuja publicação tem a descrição: «Vejam só como o chocolate derrete ao sol».

O episódio gerou rapidamente uma onde de contestação, tendo mesmo já sido alvo de apreciação pelo diretor executivo da Football Against Racism in Europe (FARE), órgão que luta contra a descriminação no futebol europeu.

«O vídeo do Spartak mostra um nível chocante de ignorância. O racismo é uma das maiores questões que a Rússia enfrenta no ano em que recebem o Mundial. Referências destas mostram como as minorias são vistas por alguns no país», referiu Piara Power, citada pela BBC.

«Com o Mundial a meses de distância, é um lembrete de eu a Rússia – e todo o futebol – têm um trabalho significativo para erradicar o racismo de todas as formas de jogo», adicionou.

Recorde que, já esta época, em dezembro último, o Spartak esteve envolvido num outro episódio de racismo, após um jogo da Youth League contra o Liverpool. Na altura, Leonid Mironov, jogador da equipa sub-19, foi alvo de um processo disciplinar por alegado comportamento racista.

Ao fim de quase cinco horas, o vídeo foi apagado da conta oficial do clube na rede social Twitter.

Spartak alvo de racismo: «Vejam como o chocolate derrete ao sol» ultima modifica: 2018-01-13T16:01:29+00:00 da admin

Lascia un commento

Il tuo indirizzo email non sarà pubblicato. I campi obbligatori sono contrassegnati *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.